Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coleccionador de sons (26)

por João Távora, em 29.01.13

"For me and my gal", do filme com o mesmo nome realizado em 1942 por Busby Berkeley, a popular canção que junta pela primeira vez as vozes de Jo Hayden (Judy Garland) e Harry Palmer (Gene Kelly). A revisitação dos antigos processos de reprodução sonora, além de nos conceder o privilégio de experienciar sensações e vivências dos nossos antepassados, obriga-nos a focar-nos num aspecto fundamental da música, que aqui encontramos despida de toda a gulosa parafernália de timbres, matizes e texturas sonoras proporcionadas pela tecnologia moderna: uma boa melodia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

Coleccionador de sons (25)

por João Távora, em 27.01.13

Enrico Caruso e outras grandes estrelas olharam com desconfiança para a indústria fonográfica no seu alvor com os frágeis cilindros de Edison de dois minutos. Caruso concedeu gravar pela primeira vez em 1903 nos primórdios do disco de goma laca (vulgar 76/78 rpm) para a His Master's Voice da empresa Gramophone Company de Emile Berliner. Este é um registo do célebre tenor em 1913.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00

Coleccionador de sons (24)

por João Távora, em 26.01.13

 

Avé Maria - Schubert por Tino Rossi 1938 a tocar num HMV "modelo 7" de 1920. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:59

Coleccionador de sons (23)

por João Távora, em 10.01.13

Acompanhado pela banda filarmónica de Edison, Billy Murray canta a canção cómica “Forty-five minutes from Broadway” tema principal do musical com o mesmo nome da autoria de George M. Cohan estreada a 1 de Janeiro de 1906.

Banda Filarmónica de Edison no Estúdio de Gravação em Nova Iorque 1906.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:57



A montante deste caprichoso prazer de coleccionar os sons antigos e de saborear sofisticados sistemas de reprodução sonora está uma enorme paixão. Neste blog que afinal é uma contradição de termos – uma plataforma de partilha digital em defesa do suporte analógico - presto tributo a essa que considero a mais divinal forma de expressão humana: a música.


O Autor

João Lancastre e Távora nasceu em Lisboa, que adora. Exilado no Estoril, alienado com política e com os media, é sportinguista de sofrer, monárquico, católico e conservador. No resto é um vencedor: casado, pai de filhos e enteados, é empresário na área da Comunicação e do Marketing. Participando em diversos projectos de intervenção cívica, é dirigente associativo e colabora em vários blogues e projectos comunicação política e cultural.

Instagram

Instagram




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds